Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2020

Tradutor

Total de visualizações de página

Multipropriedade e a revolução no mercado imobiliário

Introdução
A Multipropriedade Imobiliária, também conhecida como Time Sharing, trata-se de um instituto pouco utilizado no Brasil, um dos países de maior exploração turística no mundo.
Tal instituto faz surgir uma nova espécie de condomínio, onde os adquirentes passam a serem titulares de um imóvel, assegurando-lhes um determinado período de tempo para uso e gozo do bem.
Cumpre salientar, que não é o nosso intuito esgotar o estudo sobre o sistema de multipropriedade imobiliária, pois existem obras de fôlego tanto no direito pátrio como no direito internacional.
A finalidade dessa pesquisa é examinar as propostas já apresentadas pela doutrina e concentrar esforços na configuração do condomínio vinculado ás frações de tempo, modalidade rechaçada bruscamente pela doutrina e que vem ganhando força no mercado imobiliário e na jurisprudência.
1. Conceito
O Instituto da Multipropriedade Imobiliária ou Time Sharing como também é conhecido caracteriza-se como uma modalidade de condomín…

Mercado imobiliário é aposta para investimentos em 2020

O ano de 2020 começa com um novo cenário para investimentos financeiros no Brasil.

A tendência agora é de uma diversificação de investimentos para outros fundos e, em especial o mercado imobiliário.

De acordo com dados do Sindicato da Indústria da Construção (Sinduscon) de São Paulo, o setor teve expansão de 2% no ano passado, com 42 mil novos empregos gerados. Para 2020, a perspectiva de um crescimento de 3%.

Além disso, o Brasil conta hoje com a menor taxa básica de juros de sua história: em apenas três anos, a Selic caiu de 13% para 4,5%.

Com tendência de queda, deve estimular os investidores a buscar opções com maior rentabilidade no médio e longo prazo.

Estima-se que um terço do total das aplicações brasileiras, a partir de agora, irão perder para a inflação projetada para 2020.

De acordo com a pesquisa FipeZap do terceiro trimestre do ano passado, 38% dos entrevistados esperam adquirir um imóvel nos próximos meses, sendo 88% para moradia própria e 12% para investimento. 

Fonte https:/…

Ascensão no mercado imobiliário para 2020 é inequívoca

Especialista avalia cenário e traz boas perspectivas
Aos poucos, após cinco anos de crise, o mercado imobiliário começa a recuperar o fôlego. A constatação é visível - placas de "vende-se" e "aluga-se" começam a ser retiradas - e demonstrada: houve aumento de 23,9% no volume de lançamentos no país, no terceiro trimestre de 2019, na comparação ao mesmo período de 2018. As vendas acompanharam o crescimento: tiveram alta de 15,4% no mesmo período. Os dados são da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) e do Sindicato da Habitação (SecoviSP).

Na opinião de Márcio Nassif, especialista em Direito Imobiliário e sócio do escritório de advocacia Natal & Manssur, a queda histórica na taxa Selic teve reflexo direto nas taxas de financiamento dos bancos, o que animou o mercado. "A Selic caiu de 14,5% para 4,5%, o que possibilitou a queda das taxas dos juros e facilitou a aquisição de imóveis. Junto a isso, o mercado reaqueceu, os investidores co…

Mercado imobiliário: protagonista da retomada do crescimento econômico em 2020

Após longo período de crise, o cenário macroeconômico do Brasil começou a dar sinais de melhora. Parte significativa desse novo ciclo positivo tem como origem os segmentos da construção civil e do mercado imobiliário, que são sempre os primeiros a sentirem os efeitos negativos em períodos de recessão, mas também são os protagonistas quando se fala em crescimento econômico. Em 2020, os setores devem puxar o ritmo da retomada da nossa economia, com previsão de 2,2% no PIB, segundo estimativas do Banco Central.
O final do ano passado e o começo deste ano foram marcados por uma expectativa de melhora do cenário político e econômico, que acabou incentivando algumas incorporadoras a lançarem seus projetos até então suspensos – o que, de forma geral, foi algo muito positivo. O ano de 2019 trouxe um crescimento de 60% no volume de novos lançamentos, comparado aos números do ano anterior. Mas, para conseguirmos ter uma visão mais clara sobre o mercado imobiliário, precisamos ent…

Setor Imobiliário: Fusões e aquisições crescem em 2019

O número de fusões e aquisições no setor imobiliário aumentou 133% em 2019, se comparado ao ano anterior. Com um acréscimo de 44 operações em relação ao volume apresentado em 2018 (33), o segmento concretizou 77 transações no último ano. Os dados são de pesquisa da KPMG realizada com 43 setores da economia brasileira.

Dentre as transações realizadas no setor imobiliário em 2019, 68 foram domésticas e sete, do tipo CB1, ou seja, realizadas por empresas estrangeiras que adquiriram empreendimentos de brasileiros estabelecidos no Brasil. Também se concretizaram uma operação de categoria CB2, em que empresas brasileiras adquirem empreendimentos de estrangeiros estabelecidos no exterior, e uma de tipo CB4, em que empresas estrangeiras adquirem empreendimentos de estrangeiros estabelecidos no Brasil.

Ranking geral

Segundo o levantamento realizado em 2019, o setor de empresas de internet manteve a liderança, saltando de 169 operações em 2018 para 293 em 2019, uma alta de 73%, segu…

Wikipedia

Resultados da pesquisa