Pular para o conteúdo principal

Postagens

Tradutor

Total de visualizações de página

Especialista fala da recuperação do mercado imobiliário

O mercado imobiliário começa a se recuperar, após 5 anos de crise. Sobre o assunto, o Revista Brasil entrevista o  especialista em direito imobiliário, Julio César Moreno.
Dados da Câmara Brasileira da Indústria da Construção e do Sindicado da Habitação de São Paulo mostram esse crescimento já em  2019 e um perperctiva ainda melhor para 2020.
Ele explica que o crescimento da economia está sendo refletido no mercado imobiliário. Segundo o especialista, a queda da taxa selic que está em 4,25%, trouxe benefícios para a área.

Fonte http://radios.ebc.com.br/revista-brasil/2020/02/especialista-fala-da-recuperacao-do-mercado-de-imoveis

Postagens recentes

Não haveria juros baixos e inflação controlada se não fossem as reformas, diz BC

O presidente do BC também afirmou que era uma missão fomentar o mercado na participação privada, o livre mercado, com uma precificação competitiva, e que o mercado imobiliário é nicho importante para isso.O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, disse nesta quinta-feira, 20, que o crédito imobiliário é "chave" no processo de crescimento do Brasil. A declaração foi dada durante lançamento da nova linha de crédito imobiliário da Caixa, com taxa fixa, no Palácio do Planalto. Campos Neto afirmou que o histórico brasileiro de juros alto e inflação alta não permitiriam que esse tipo de lançamento ocorresse, mas que o novo cenário da economia abre portas para isso. Destacou ainda que esse patamar de juros baixos e inflação controlada se deve ao programa de reformas em curso. "Precisamos continuar programa de reformas", disse.O presidente do BC também afirmou que era uma missão fomentar o mercado na participação privada, o livre mercado, com uma precif…

É hora da casa própria?

Juros baixos animam quem pretende comprar imóvel, mas financiamento dura anos e requer cuidados
A queda da taxa básica de juros (Selic) para patamares historicamente baixos no Brasil fez reacender na cabeça do brasileiro um sonho que parecia um pouco esquecido: o de financiar a casa própria.
O custo do financiamento nunca esteve tão baixo no país. Com a Selic a 4,25% ao ano, os bancos já oferecem linhas de crédito na casa dos 7% ao ano —bem diferente dos dois dígitos, em média, de quatro anos atrás, quando a Selic atingiu 14,25%. Repensando o aluguelO dentista André Carvalho, 32, mora na cidade de São Paulo há cerca de dez anos e sempre optou pelo aluguel. De um ano para cá, porém, passou a reconsiderar a decisão.
"O preço do financiamento era bem maior que o do aluguel, o que praticamente tornava inviável essa opção para mim. Agora, o preço do financiamento com os juros e as taxas está pouco acima do que eu pago. Então, para mim, começou a valer a pena eu comprar um apart…

Setor de materiais de construção projeta avanço de 4% em 2020

Pesquisa mostra que 86% das empresas esperam vendas boas ou regulares em fevereiroNem todos os segmentos da indústria têm motivos para lamentar. Na contramão da queda da produção industrial brasileira no ano passado, o setor de materiais de construção, que fechou 2019 com alta de 2%, já projeta um crescimento de 4% no faturamento em 2020, segundo dados da Associação Brasileira de Indústrias de Materiais de Construção (Abramat). Entre 2015 e 2017, esse mercado havia desabado 23,8%. “Ainda que sujeito a muitas externalidades, o sentimento da indústria para 2020 neste momento é de um otimismo moderado, com um cenário de manutenção de um varejo forte, conjuntura econômica positiva e novas medidas de financiamento para o setor imobiliário, fazendo com que se aumente o investimento”, afirma Rodrigo Navarro, presidente da Abramat.De acordo com o executivo, ainda falta um importante componente, que é a efetiva retomada de obras paradas e dos projetos de infraestrutura. “De qualquer…

Pessoas com deficiência já podem solicitar moradias mais inclusivas gratuitamente

O ano de 2020 começou com uma conquista para as pessoas com deficiência que moram no Brasil: já está em vigor o Decreto Presidencial n 9.451, assinado em julho de 2018, que altera a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (LBI) e obriga construtoras e protocoladoras que atuam no setor imobiliário a adaptarem imóveis adquiridos na planta sem nenhum custo adicional.

A medida é válida para qualquer tipo de imóvel que ainda será construído. Para ser beneficiado, o comprador só precisa realizar o pedido por escrito antes do início das obras. Entre as adaptações que podem ser feitas nos imóveis estão alargamento de portas e alavancas maiores, além de pisos sem desníveis e áreas com espaços abertos que permitam manobras com cadeiras de rodas, por exemplo.

Por Rayllanna Lima






Portabilidade: a palavra da moda para 2020

O mercado imobiliário e a construção civil estão mais empolgados para 2020. Com a expectativa da economia nacional ganhar fôlego, o empresariado aposta numa retomada da construção de imóveis e, consequentemente, no aumento de negócios. No entanto, quem já tem um imóvel e está pagando o financiamento deve ficar atento a uma palavra: portabilidade.
A disputa entre os bancos para aumentar a fatia no mercado imobiliário vai beneficiar também os proprietários de imóveis, sejam eles casas ou apartamentos. Além de “brigarem” por novos negócios, os bancos estão de olho nas negociações sobre contratos antigos. Isso é feito através de um sistema de portabilidade, pelo qual o consumidor leva seu contrato de um banco para o outro.
O negócio está crescendo, como mostram sites especializados no mercado imobiliário. Para se ter uma ideia, o número de pedidos de transferência do crédito imobiliário de um banco a outro cresceu quase 500% entre novembro de 2018 e o mesmo mês de 2019. Destes …

Mercado imobiliário corporativo tem futuro promissor no RS

A idealização de uma empresa vem muitas vezes da necessidade que entendemos que o mercado tem. Foi assim que iniciamos a nossa atuação com exclusividade no segmento corporativo, pois possibilitou atender investidores individuais (Fundos de pensão e Imobiliários, Family Offices, etc), instituições, médias e grandes organizações, entre outros. Diante disso, podemos dizer que fomos pioneiros nos quesitos especialização e personalização no Rio Grande do Sul. O principal diferencial dessa iniciativa é gama de serviços que selecionamos e que possuímos know how, justamente por articularmos fora da caixa, além de trabalhar com operações complexas, que envolvem conhecimento e networking em abrangência nacional. Um exemplo disso é a conexão Brasil e Estados Unidos, que além de movimentar a visibilidade da companhia, impulsiona a intermediação de imóveis comerciais com renda, tanto no nosso país, quanto em terras norte-americanas. No geral, o mercado imobiliário passou por um ciclo…

Wikipedia

Resultados da pesquisa